Passo-a-passo + Colab: Urussai

Olás! Pessoal, hoje um post de um projeto muito legal que apareceu por causa da revista Zupi. Ano passado fui ao Pixel Show, um evento muito bacana de design e arte que rolou em SP, recomendo. Ao fazer minha inscrição, acabei também assinando a revista. Junto do 1º ou 2º exemplar que recebi, veio uma edição do zine Urussai, da Catarina Gushiken. Já tinha gostado da idéia, das ilustrações, do projeto gráfico, até que ali no meio da revista tinha um convite para participar. Resolvi enviar meu portfolio para a seleção e, pra minha alegria, acabaram me escolhendo. Muito bacana! Ai começou a parte legal, fazer a ilustra. O tema desta edição foi HQ de horror japonês, com referências a artistas como Junko Mizuno e… Suehiro Maruo! Este eu já conhecia há algum tempo por ter lido O Vampiro que Ri, da Conrad. Realmente é sinistro, pertubador e beeem violento. De qualquer forma, achei muito legal o tema e a primeira coisa que fiz foram estes três rafes:

Assim como eu, a Catarina e o pessoal da Urussai também gostaram da última opção. Na verdade, ele é o que menos tem a ver com o livro citado, não tem vampiro, pouco sangue… mas tem a minha versão de um dos principais personagens da história, a Miyawaki. Quem leu a história sabe da importância dela, e também das roubadas que passou. Bom, o passo seguinte foi fazer um teste de cor ainda em cima do rafe, e para isso pesquisei as paletas de cor que o Maruo usa nas suas obras e acabei percebendo que havia muito vermelho, um amarelo mais esverdeado, muito preto… e ai cheguei aqui:

No meio do processo, graças à total liberdade da Urussai, acabei mudando o layout da ilustra, tirando a borda preta e o texto também. Como resolvi finalizar somente com lápis, ao contrário da imensa maioria de artistas japoneses que utiliza nanquim, fiz um rafe mais preciso:

Depois, usando uma folha de papel vegetal e grafite 2B, finalizei a ilustração, em duas partes: nossa querida Miyawaki para o 1º plano, e as rosas para o fundo:

As rosas fiz assim, separadas, porque fica muito mais fácil arranjar elas, além de ganhar um bom tempo só duplicando e girando. Os passos seguintes foram scanear, colorir e montar no Photoshop, etapas que você vê aqui:

As gotas de sangue também foram feitas no PS, com uma máscara branca cobrindo as rosas. O resultado, acima, na boa, eu curti muito. Como uma das técnicas preferidas por mim para desenhar sempre foi o lápis, neste caso tem alguns detalhes da ilustra que gosto muito, como estes aqui abaixo, o cabelo e o crânio:

A ilustração publicada ficou sensacional! Pena que minha foto nem tanto… hehe…

O zine tem uma excelente qualidade gráfica, o papel é muito bom, os haikais do Marcelo Ortiz só agregam valor às ilustrações, o design está sensacional, e tudo isso sem falar no trabalhos dos outros ilustradores, alguns que eu já admirava e outras ótimas surpresas: Karen Hofstetter, João Grando, Tati Ferrigno, Juliana Veiga, Marina Dias, Davi Augusto. Enfim, foi uma grande sorte ter participado deste projeto, e só tenho a agradecer a todos da Urussai, em especial a Catarina e a Karina. E espero que você também tenha gostado deste post. Abraz!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Passo-a-passo + Colab: Urussai

  1. Pingback: Ilustrando com lápis de cor / Illustrating with colored pencils |

  2. imagina se eu gostei???? Caveira, Sangue,………. quase nao gosto!!! Hehehehehe – Mano, Muito FODA!!! – Pra variar o sr. continua apavorando!

    Abrazzzzzzzzzzzz

Gostou? Não? Então...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s